Com a imensa emoção que esse momento de Luz Divina me trouxe venho contar que a minha querida parteira deu a luz. Kátia que amparou minha filha à dois anos atrás me permitiu fazer o caminho de volta apoiando sua estrada, seu grande sonho de parir naturalmente.
Foi um parto intenso, e veio desfazer vários mitos, entre todos -aquele que gerou suas duas cesáreas anteriores- de que seus ligamentos de útero não sustentavam seu parto.
Foi um evento familiar de pura comoção, a Kátia foi realmente forte e se entregou como mulher em um VBA2C domiciliar aquático com parteira de um bebê que pesou nada menos que 4.265kg, onde a laceração tão pequena não levou pontos.
Tantos pretensas indicações de cesariana este parto desmitificou?
– prolapso do colo do útero durante a gestação
-pressão alta
-duas cesárianas prévias
-mãe com mais de 35 anos ainda primípara (primeiro parto normal)
-bebê com mais de 4kg (bebê grande)
-mãe Rh negativo

Podem falar o que quiserem, acredita quem quiser… por que a mulher deixada em paz é capaz de dar a luz….naturalmente.

Flavia Penido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *